Estorvo eBook ↠ Paperback

Estorvo ❮Ebook❯ ➧ Estorvo Author Chico Buarque – Thomashillier.co.uk Chico Buarue nasceu no Rio de Janeiro em 1944 Trocou o curso de Aruitectura pela música popular da ual se tornou figura destacada uando em 1966 com A Banda venceu o II Festival de Música Popular de Chico Buarue nasceu no Rio de Janeiro em Trocou o curso de Aruitectura pela música popular da ual se tornou figura destacada uando em com A Banda venceu o II Festival de Música Popular de São Paulo Compositor cantor poeta escritor e dramaturgo é uma das figuras mais populares e internacionais da cultura brasileira um dos gigantes da Música Popular Brasileira Estorvo primeiro romance do autor recebeu o Prémio Jabuti um dos mais importantes prémios literários do Brasil para o melhor romance em Seguiram se Benjamin Budapeste e Leite Derramado todos eles grandes sucessos editoriais«Este romance de Chico Buarue logo à primeira leitura afirma se como um demonstração exemplar disso mesmo Estorvo é uanto a mim uma peregrinação alucinada em demanda das raízes perdidas através de um percurso existencial povoado de assombro e de solidão Aui todas as funções de euilíbrio das estruturas sociais família amizade poder perdem a sua consistência formal logo ao primeiro embate e entram em ruptura uando o olhar do protagonista e do escritor se prolonga sobre elas»José Cardoso Pires in Jornal de Letras Agosto .


10 thoughts on “Estorvo

  1. Daniel Daniel says:

    Depois de ler Budapeste estava curioso por ler a obra logo a primeira ue lhe valeu o prémio Jabuti O autor descreve uma série de poucos dias na vida de um anónimo em perpétua fuga Tal como o título sugere este homem é um estorvo da sociedade uase nada é revelado do seu passado e a história inicia se como se tivéssemos subitamente encarnado no personagem principal ue inicia a fuga e não pára mais até ao final Mas não é conclusivoUm pouco como Sampsa na Metamorfose e Meursault em O Estrangeiro a vida do Estorvo é apresentada através de uma distância absurda entre os eventos e a moralidade e o personagem não emite juízos de valor Esta ausência de julgamento é no entanto sub aproveitada e torna se frustrante não no sentido da inuietude exploradas por Kafka ou Camus ue conduz o leitor a uma reflexão individual dos eventos relatados mas por ser um artifício sem um objectivo claro A curiosidade inicial do livro uerendo saber porue foge o personagem de uem foge e afinal uem é o próprio personagem dilui se e desaparece rapidamente com o folhear das páginas O personagem não é universal em parte porue os seus problemas são específicos demais para serem captivantes em parte por não se perceber o propósito No final senti me completamente desligado da narrativa Li Budapeste antes de Estorvo e o estilo de escrita entre os dois é bastante similar o ue já é mau sinal mas a narrativa em Estorvo é menos interessante A história é narrada na primeira pessoa uase a partir do interior do cérebro do personagem principal uando este estilo de escrita não é aproveitado para uma vista privilegiada para os motivos e decisões do personagem gasta se rapidamente Repetido assim passa de estilo a handicap


  2. Y. Y. says:

    Me prendeu mais ue Benjamim e me entusiasmou menos ue Leite Derramado O protagonista ue não tem nome nem bem vive nem morre vagueia Vagueia perdido obsessivo não se sabe bem com o uê e contemplando a hipocrisia e a decadência da sociedade em ue vive da irmã e da mãe ue o sustentam da ex mulher dos ex amigos do ex apartamento enfim tudo em sua história falhou ou foi perdido Esse homem é o estorvo do mundo em ue viveResumido assim parece uma história deprimente de um vagabundo fracassado ualuer mas o tom ue é empregue à escrita além de pesado é contraditório conseguindo ser ao mesmo tempo desesperado e apático além de dar a algumas das estórias ue o compõem contornos de romance policial Uma história estranha e atribulada contada duma maneira completamente desprendidaSendo o segundo melhor ue o primeiro e pior ue o último pelo meio ainda há Budapeste ue já li mas ainda não blogava não é uma evolução linear e nem o deveria ser; são uns altos e baixos de um escritor não de um músico ue decidiu se aventurar pela escrita Chico Buarue é um escritor ue para mim já conuistou o pleno direito de figurar entre os melhores da literatura brasileira


  3. Jim Fonseca Jim Fonseca says:

    Here's a scene that gives the essence of this book A character is knifed in the stomach in a dispute He has no money so he boards a bus thankful that the bus driver takes pity on his condition and does not charge him the fare Bleeding he rides the bus hopeful that at the end of the ride someone else will pity him and give him change to call his mother It is fitting that the theme of this book is really the contrast between the ultra rich and the poverty stricken After all this is Brazil in the early 1990's the book is translated from the Portuguese The main character is one of the poverty stricken ones but his sister is ultra rich by marriage and lives in a triple gated community He stoops to stealing his sister's jewels at a party and this leads to a story of absolute and total police corruption corruption on a scale where the police are simply another gang of robbers I'm reminded of Delirium by Laura Restrepo set in Columbia with a plot along similar lines contrasting the drug wealthy elite with the poverty stricken


  4. Jesus (Ego) Jesus (Ego) says:

    Una novela extraña donde las palabras surgen con prisa y logran trasmitir desasosiego cuando es necesario es decir en toda ella El autor tiene una forma hermosa y particular de centrarse en el detalle describiendo recuerdos ue se mezclan con la fantasía y ésta con la realidad concurrente tal y como nos ocurre habitualmente a los ue somos algo soñadores No obstante el protagonista no parece soñar más bien delirar haciendo esfuerzos semi fructuosos por contar su historia Es una novela ue se puede leer del tirón pero ue recomiendo leer despacio luchar contra el avance de la trama y contra el atropello de pensamientos del estorbo humano ue la narra para disfrutarla y entenderla más y mejor A mí me ha sorprendido y enamorado mucho la forma pero el contenido y el objetivo si es ue los hubiese se me escapan del todo Decía Oscar Wilde ue todo arte ha de ser inútil uizá por eso esta obra lo es tanto


  5. Rosa Ramôa Rosa Ramôa says:

    O mundo é um estorvo


  6. Pedro Pereira Pedro Pereira says:

    Leitura muito díficil Vale pelo ue descreve mas não pelo ue narra Um excelento uso da língua portuguesa com uma riueza de figuras de estilo acima da média Tem situações muito caricatas no limite entre o rídiculo e o non sense ue são muito divertidas de ler mas fazem com ue o fio da história se vá perdendo e enrolando até já não termos ualuer expectativa em relação ao seu fim sentindo ue é plausível ue termine a ualuer momentoO livro não é então uma história convencional mas mais um relato de como alguém de boas famílias e com a vida organizada se perdeu no Brasil das favelas e da mediocridade sendo ele próprio o estorvo ue dá o nome ao livroNota se ue a intenção era produzir algo do género d'O Estrangeiro mas desculpa Chico não és Camus No entanto momentos como este certamente ficarão na minha memóriaVejo a multidão fechando todos os meus caminhos mas a realidade é ue sou eu o incômodo no caminho da multidão


  7. Joana Joana says:

    Muito muito estranho mas dá para ver ue o escritor escreve muitíssimo bem e consegue manter um bom ritmo narrativo alucinante e constante Não tem momentos mortos apetece sempre ler mais e mais


  8. César Lasso César Lasso says:

    Sometimes I have a feel that life is surreal the protagonist in this story might have the same feeling if he ever stopped for a minute to think


  9. Leticia Leticia says:

    Eu esperava bem pouco embora respeite demais a história musical dele Me surpreendeu não uerer desistir e ser envolvida pelo desespero da apatia e inutilidade do protagonista assim como a tristeza pela vida tão desperdiçada Mas não gosto desse desespero sem foco razão ou história prévia


  10. Frederico Frederico says:

    Podia se chamar A Vertigem da Paranóia Alucinante ao pé da letra O narrador porém é um bunda mole Muitos leitores acham ue ele tem uma postura apática porém eu acho ue não ele é covarde mesmo Obviamente afinal a história trata se de uma fuga Do ue tem ele medo? E corre atrás da mana da mamãe da ex mulher pedindo arrego Daí estorveia a vida de cada uma delas com roubo com vômito com urina com mala de maconha trazendo às suas vidas estrupo assassinatos a presença da polícia E em frente segue esfaueado nosso anti herói picaresco sem humor Eis o branco burguês do primeiro livro de Chico Buarue


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *