A Escola do Paraíso Kindle · A Escola MOBI :↠


A Escola do Paraíso [PDF / Epub] ☉ A Escola do Paraíso By José Rodrigues Miguéis – Thomashillier.co.uk José Rodrigues Miguéis recorda a sua primeira infância num dos melhores romances portugueses A cidade do princípio do século os primeiros automóveis a cidade iluminada a gás dos teatros do Prí José Rodrigues Miguéis recorda a sua primeira infância num dos melhores romances portugueses A cidade do princípio do A Escola MOBI :↠ século os primeiros automóveis a cidade iluminada a gás dos teatros do Príncipe Real do animatógrafo a cidade ue acabava na Rotunda para lá os campos de corridas ao Campo Grande Os hábitos a carbonária a aristocracia decadente o regicídio e a proclamação da I República As profissões os portugueses e galegos ue chegavam à capital Tudo contado magistralmente pelos olhos de um menino ue cresceu a ver o brilho do sol das sacadas pombalinas viradas ao Tejo Menino ue reteve minuciosamente a memória das cores dos cheiros das gentes e de tudo uanto foi sendo intensamente o seu mundo.

  • Paperback
  • 400 pages
  • A Escola do Paraíso
  • José Rodrigues Miguéis
  • Portuguese
  • 18 April 2015
  • 9789723307979

About the Author: José Rodrigues Miguéis

JOSÉ RODRIGUES MIGUÉIS nasceu em Lisboa a de Dezembro de Formou se na Faculdade de Direito A Escola MOBI :↠ de Lisboa e foi um dos fundadores da revista Seara Nova Advogou foi professor do ensino secundário presidente da Segunda Liga da Mocidade Republicana e co director do jornal O Globo Licenciou se em Ciências Pedagógicas na Universidade de Bruxelas e fixou residência nos EUA.



4 thoughts on “A Escola do Paraíso

  1. Ana Ana says:

    Um retrato da cidade de Lisboa no início do século XX e a evocação de um período da História ue abarca os últimos tempos da monaruia o regicídio e a Implantação da República apresentados sob o olhar de uma criança Muito provavelmente uma evocação da infância do autor São várias histórias ue se sucedem e encadeiam para formar o romance Escrita detalhista mas fluida transparente e sem floreados estilísticos mas reuintada e graciosa Adorei ler este livro e é para mim incompreensível ue este autor esteja tão esuecidoMea culpa de só agora ter lido uma obra sua Tenho de agradecer ao clube de leitura ter me impelido para a sua descoberta Sim ia fugir mas não sabia de uê Talvez deste mundo atormentado da morte ue espreitava a cada canto ou da vida ue começa no sangue e acaba em sangue E para onde ia? Não tinha para onde ir O paraíso a idade de ouro o sonho nada disso existia fora dele Estava dentro da vida e não podia fugir lhe Alguma coisa mais do ue um homem morrera ali um tempo a sua infância

  2. Teresa Teresa says:

    1 de Fevereiro de 1908 23 de Abril de 1909 e 5 de Outubro de 1910 são três datas de acontecimentos históricos ocorridos em Portugal durante a infância de Gabriel um menino ue vive em Lisboa com os pais e dois irmãos O narrador omnisciente mostra nos o mundo na visão de uma criança e simultaneamente a vida das pessoas vindas das aldeias para a capital José Rodrigues Miguéis é um mestre da palavra ue escreve em português sobre Portugal sobre os portugueses; sem mariuises pseudo poéticas nem originalidades estruturais de meia tigela Chato pois é?

  3. Diogo Diogo says:

    Muito bom este livro Não é um livro cativante no sentido de dar vontade de ler tudo de seguida Mas é um livro extraordinariamente bem escrito direi isto de todos os livros do José Rodrigues Miguéis E o livro está bem escrito no sentido de ter um vocabulário muito bem aplicado e bonito pois as palavras são muito bem escolhidas e reflectir bem a densidade psicológica da personagem principal um rapaz desde o nascimento até aos 10 anos altura em ue se dá o 5 de Outubro 1910 isto não é um spoiler porue é bastante irrelevante para a história Uma das maiores falhas do livro é não haver propriamente uma história há um fio condutor ue é a vida de uma família pobre e a evolução psicológica do terceiro e último filho com uma relação muito próxima com a mãe Cada capítulo conta histórias largamente desligadas entre si tirando serem seguidas cronologicamente Não sei se o romance foi originalmente publicado em algum jornal mas pode ser a razão para a estrutura do livroUma característica engraçada da narrativa é ue passa tudo ao lado da personagem principal porue não tem idade para compreender as situaçõesA Escola do Paraíso é sobre Lisboa no início do século XX Embora tenha vivido sempre em Lisboa para mim a cidade descrita é outra cidade ualuer até porue não tive assim tanto contacto com as zonas mais antigas Mas gostei muito de reler o ue era Lisboa há 100 anos atrás

  4. Rui Cunha Rui Cunha says:

    Romance 1960

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *