Paperback Ù Rua da Padaria ePUB Ç Rua da PDF \


Rua da Padaria ❮Epub❯ ❥ Rua da Padaria Author Bruna Beber – Thomashillier.co.uk A poeta mais badalada de sua geração faz aui um comovente retorno às suas raízes à sua infância à saudosa rua da padaria — onde na já longínua década de 1990 tudo acontecia Era lá ue se p A poeta mais badalada de sua geração faz aui um comovente retorno Rua da PDF \ às suas raízes à sua infância à saudosa Rua da Padaria — onde na já longínua década de tudo acontecia Era lá ue se pedia informação ue ficava o moço do bicho ue o ônibus passava Bruna Beber cresceu na Baixada Fluminense numa época sem internet sem celular seuer TV a cabo tinha Para se divertir as crianças precisam inventar Aui está retratado em verso e prosa uma doce era na ual se malhava o Judas as bolinhas de papel causavam alvoroço na aula e mexer na macumba das esuinas do bairro era uma excitante tentação E no meio de tudo isso Bruna ainda faz um recorte para nos apresentar um romance em linhas dando uma aula de virtuosismo literário enuanto finca de vez seu lugar entre os grandes escritores brasileiros.

  • Paperback
  • 68 pages
  • Rua da Padaria
  • Bruna Beber
  • Portuguese
  • 18 August 2016

About the Author: Bruna Beber

Bruna Beber é uma poetisa e escritora brasileiraEla colaborou durante os anos Rua da PDF \ com diversos sites e revistas impressas de literatura poesia música e Internet Fez a curadoria da exposição Blooks – Letras na rede ao lado do poeta Omar Salomão em setembro de sob coordenação de Heloísa Buarue de Hollanda Foi vencedora do º Prêmio UEM Acontece na categoria revelação literária de .



10 thoughts on “Rua da Padaria

  1. Alexandra Machado Alexandra Machado says:

    romance em doze linhasuanto falta pra gente se ver hojeuanto falta pra gente se ver logouanto falta pra gente se ver todo diauanto falta pra gente se ver pra sempreuanto falta pra gente se ver dia sim dia não uanto falta pra gente se ver às vezesuanto falta pra gente se ver cada vez menosuanto falta pra gente não uerer se veruanto falta pra gente não uerer se ver nunca maisuanto falta pra gente se ver e fingir ue não viuuanto falta pra gente se ver e não se reconheceruanto falta pra gente se ver e nem se lembrar ue um dia se conheceu10 o pecúlioestou sempre indo em seu encontrochego de costas pra você achar ue estou indo emborasaio de frente pra você achar ue estou chegandoestou sempre perdido indo ao seu encontro é assim a minha vida e o meu calendário eu estou sempre indo ao seu encontronão preciso ir mais longe pra saberue estou sempre indo ao seu encontro

  2. Adriana Scarpin Adriana Scarpin says:

    Como raramente acontece gostei de todos os poemas do presente livro O jogar com as palavras de Beber é delicioso

  3. Ricardo Santos Ricardo Santos says:

    A poesia de Bruna Beber mistura a experimentação formal e o descompromisso enganosamente simples de mestres como Bandeira e Drummond Mas Beber não parou no tempo Há uma pegada contemporânea em seus poemas tratando de temas e angústias bem atuais É uma poesia divertida sem ser leviana Há momentos em ue a autora fala muito sério

  4. maria maria says:

    você não tem nadamas tem a brisavocê só tema brisa em comum vocêe o mar só têma brisa

  5. Suellen Rubira Suellen Rubira says:

    Fiuei preocupada vi ue várias pessoas avaliaram esse livro como ok ou ruim mas achei muito interessante e diferente Ela brinca com as palavras utiliza muito bem a arma poética de impactar no curto espaço da forma Sei lá Nessas horas a gente vê ue poesia é coisa muito pessoal mesmo

  6. Fernando Hisi Fernando Hisi says:

    Você lê o bagulho em 15 minutos mas sabe se lá uanto tempo levou pra mulher escrever esses trem Parece tudo muito fácil muito solto dessas poesia ue não dói ue te faz pensar pra ue uma porra de um poema? Sei lá essa poesia contemporânea viu

  7. Rafael Magalhães Rafael Magalhães says:

    Tem partes encantadoras como as avós e as tias o apagador e a violência mas tem outras pouco compreensíveis

  8. Arthur Arthur says:

    Gostar MESMO só de uns três poemas numa coletânea justifica a nota

  9. Felipe Felipe says:

    A infância da Bruna é um monte de polaroides gente ue grita rua barulhenta As imagens são fáceis talvez mas tem um carinho uma singeleza muito bonitamalhar o judasvou polir meu péde latapra corridados muleuehoje temroda de tchacovoadora de ninjano peitopedrada pauladamarimbada no olhovou rasgartua carapra abrirteu coraçãoe pulartua carniçapra vingarjesus

  10. Agnes Agnes says:

    a felicidade é muito maisdesconcertante ue a dor

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *